17/06/13 | 8:20
Caminhada leva cerca de 3 mil pessoas as ruas contra a violência ao idoso

Cerca de três mil pessoas participaram da caminhada que encerrou as atividades da Semana de Combate à Violência Contra o Idoso, na do último sábado, 15, na Avenida Autaz Mirim, Jorge Teixeira, zona Leste. Com o slogan ‘Use o AMOR, Não à Violência’, a campanha é realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Doutor Thomas (FDT), em parceria com o Fórum Permanente do Idoso e os Conselhos Municipal e Estadual do Idoso.

Também apoiaram a campanha as secretarias municipais de Saúde (Semsa), de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), de Desporto e Lazer (Semdej), de Educação (Semed), de Comunicação (Semcom), o Fundo Único de Previdência do Município de Manaus (ManausPrev), a Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult), o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), a Delegacia Especializada de Crimes Contra o Idoso (DECCI) e a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A concentração da caminhada começou às 7h, em frente a Esplanada da Rua do Fuxico, na zona Leste. Grupos de idosos de todas as zonas da cidade, estudantes e familiares carregavam cartazes e faixas pedindo o fim da violência contra a terceira idade. Em Manaus, o número de denúncias contra os idosos aumentou 430%, em 2012, quando foram formalizados 2.324 registros na Delegacia Especializada em Crime Contra o Idoso (DECCI), comparados aos de 2011. Só de janeiro a abril de 2013, fora feitas 684 denúncias na DECCI/AM, o que significa que, em cada dia dos quatro primeiros meses deste ano, cinco idosos sofreram algum tipo de violência em Manaus.

Antes da saída da caminhada, o público presente cantou o Hino Nacional e, em seguida, o padre Guilherme da Zona Leste abençoou a ação. “Essa campanha é fundamental. Nada melhor do que os idosos falarem e expressarem de forma pacífica, em uma caminhada, as violências sofridas no dia-a-dia. E quando falamos em violência, não falamos apenas na agressão física, mas na psicológica, financeira e verbal. Levar essas informações à população é uma forma de pedir ajuda para combater a violência”, comentou.

A caminhada seguiu até a Bola do Produtor e foi encerrada, às 9h, com um ‘Abraço de Paz e Amor’, quando foram soltos balões a gás simbolizando pedidos de respeito e amor à terceira idade. “O resultado da caminhada foi maravilhoso, principalmente, pelo número de idosos que participaram. E era o que queríamos, não só jovens pedindo o respeito e amor à terceira idade, mas que os idosos se fizessem ouvir e expusessem esses números que são tão alarmantes. Agradecemos a parceria de todas as secretarias e autoridades e já estamos pensando no Dia Internacional do Idoso, em outubro”, destacou a diretora-presidente da FDT, Martha Moutinho Cruz.

Membro efetiva do Fórum Permanente do Idoso e participante da caminhada, Darcy de Paula Modesto, 70, comemorou o número de presentes no evento. De acordo com ela, o objetivo de levar informação à sociedade e alertar sobre os dados da violência foram alcançados. “Estamos muito felizes que vários grupos de idosos e autoridades de Manaus participaram do evento. Infelizmente, os casos de violência contra o idoso cresceram, mas juntos vamos ajudar a combater essa prática. Se cada um fizer a sua parte, nós vamos conseguir”.

A estudante Danielle Paiva, 16, contou que fez questão de participar da caminhada com um grupo de amigas por apoiar a campanha e querer fazer parte da luta de combate a violência. “Queremos participar ativamente de movimentos pelo respeito ao idoso. Acho digno e solidário. Hoje, eles são os idosos, amanhã seremos nós. A causa é de todos”.

 

Assessoria de Comunicação FDT

Gisa Prazeres

8842-2990