28/07/14 | 11:55
FDT inicia mais um projeto de interação para idosos

A prefeitura de Manaus por meio da Fundação Dr. Thomas (FDT),  bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, iniciaram o projeto “Recreação para Idosos Acamados”, (RIA), para levar aos idosos de média e alta dependência a alegria e diversão, contribuindo com integração social e melhorando a capacidade cognitiva. O RIA será realizado todas as tardes, de segunda à sexta, de 15h às 16h, em alternados pavilhões da casa.

A intenção de proporcionar o bem estar dos residentes e para isso os setores de Educação Física e Psicologia da Fundação Doutor Thomas, trabalham juntos as necessidades dos idosos de média dependência e os idosos de alta dependência (acamados), que requerem maior atenção para realizar suas atividades diárias.

Musicalização, teatro, brincadeiras, diálogos, dinâmica, entre outras atividades, compõe o cronograma do projeto. Além disso, a interatividade conta também com a participação dos idosos independentes, que já participam assiduamente das programações da casa, como por exemplo, a Vivência e Ginástica Elaborada, atividades que fazem parte da Fundação há mais de cinco anos, e têm à mesma intenção, levar diversão e movimento aos idosos. A criadora do projeto, Maria da Luz, 61, e o Educador Físico Leonardo Valente, 27, explicam a importância desta iniciativa, como um método eficaz para instigar continuamente a saúde mental e o prazer de estar entre amigos.

Para Maria da Luz, coordenadora e criadora do projeto, a receptividade foi positiva. “O RIA foi bem recebido pelos nossos idosos, pudemos perceber a empolgação deles em ter incluso no seu dia um momento de descontração. Eles precisam estimular a convivência, interagir com os outros idosos da casa.  Juntos, iremos trabalhar para que essa animação permaneça a cada tarde que estivermos com eles”, ressaltou Maria.

A diretora-presidente da Fundação Doutor Thomas, Martha Cruz, ressalta que o objetivo geral do projeto RIA é estimular a convivência cooperativa, entre os idosos, envolvendo a afetividade, estabelecendo uma relação reflexiva com o corpo, aumentando a percepção de suas sensações, melhorando a autoestima, atenuando a ansiedade, a atenção e prevenindo a depressão”, explicou Martha.

Assessoria de Comunicação da Fundação Doutor Thomas – Fábia Lima 8842-2990