31/10/11 | 9:05
Idosos da Fundação Dr. Thomas conhecem a ponte Rio Negro

Um grupo de idosos da Fundação Dr. Thomas fez ontem (26) um passeio para conhecer a ponte Rio Negro. Acompanhados pelos servidores da instituição, os idosos também foram ao Centro de Convivência do Idoso – Honorina Lopes em Iranduba.

O passeio foi organizado para que os residentes da Fundação conhecessem a ponte logo após a inauguração. Apesar da chuva, eles puderam admirar a paisagem pela janela do ônibus e não esconderam a admiração.

“Ficou muito bonita. Nunca tinha passado por uma ponte tão extensa e tão alta”, comentou a idosa Deuzolita Mota, de 96 anos. Ela contou que no ano passado, já tinha feito uma visita ao canteiro de obras da ponte também organizada pela Fundação Dr. Thomas.

O passeio seguiu até o município de Iranduba, onde os idosos conheceram o Centro de Convivência do Idoso, administrado pela assistente social Djarlene Nascimento, antiga servidora da Fundação.

“A ponte é uma obra muito linda. É Manaus no século 21”, afirmou o idoso Valdir Santiago, de 76 anos. O passeio teve um significado especial para ele. “Pude reencontrar a assistente social Djarlene. Quando ela saiu da Fundação, eu estava numa cadeira de rodas. Agora, após cirurgia na perna, estou andando”, disse Valdir.

“O passeio faz parte de esforço da equipe da instituição de integrar os idosos à vida da cidade. Poder conhecer a ponte Rio Negro logo após a inauguração tem um significado especial. Eles se sentem integrados, é um resgate de cidadania”, destacou a diretora-presidente Martha Cruz.