07/04/16 | 13:20
Idosos fazem atendimento nutricional gratuito em campanha itinerante
download (2)

Foto: Isabela Bastos

Os frequentadores do Parque Municipal do Idoso, no bairro Nossa Senhora das Graças (zona Sul), receberam na manhã desta quinta-feira, 7, atendimento nutricional gratuito. A campanha teve início às 8h e atendeu aproximadamente 300 idosos.

Além de palestras e atividades educativas, a ação no Parque do Idoso ofereceu serviços de pesagem. A programação contou com a parceria de alunos do curso de Nutrição da Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro) e da Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas.

O presidente do Conselho Regional de Nutricionistas da 7ª região, Fábio Vasconcelos, explicou que os idosos devem fazer acompanhamento nutricional constante devido à redução de diversas propriedades do organismo. Além de alterações na dentição, que dificultam a mastigação e da facilidade em adquirir doenças devido a uma alimentação não balanceada

“Nós estamos trazendo orientações para os idosos em relação a uma alimentação mais equilibrada. Sabemos que uma alimentação errada está associada com doenças, principalmente diabetes e hipertensão que acometem mais a terceira idade.”

download

Foto: Isabela Bastos

A aposentada Marilena de Oliveira, de 74 anos, foi atendida pelo grupo de nutricionistas. Diabética, a idosa conta que não descuida da saúde alimentar. “Eu sempre observo muito o que estou comendo, não posso exagerar em nada por causa da hipertensão. É muito importante para nós fazermos esse acompanhamento, porque muitas vezes estamos nos alimentando de forma errada sem saber”, afirmou Marilena.

A diretora presidente da Fundação Doutor Thomas, Martha Moutinho diz que o caminho para um bom envelhecimento está ligado à uma boa alimentação. “Durante o processo de envelhecimento é comum ocorrer algumas modificações fisiológicas, que podem deixar o idoso mais suscetível às deficiências nutricionais”, explica.

Ações como essa, destaca a diretora-presidente, são de grande importância para manter a saúde do idoso. “O público alvo escolhido pelo Conselho Regional de Nutricionistas não poderia ter sido melhor, os idosos necessitam de conscientização para que não agravem as doenças que já são adquiridas com a idade”, conclui.

 Doenças e a má alimentação

De acordo com estatísticas do Vigitel 2012 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde, 21,6% dos brasileiros nessa faixa etária têm diabete, e 59,7% têm hipertensão. Quando se analisam os dados de quem tem as duas doenças, o porcentual costuma atingir mais de 30% dessa população.

Esse fenômeno – hipertensão e diabetes juntas – é típico de duas situações: o envelhecimento da população e o sedentarismo associado a uma alimentação de má qualidade. O resultado é uma falência progressiva de órgãos e tecidos.

Texto: Fábia Lima

Fotos: Isabela Bastos

 

Assessoria de Comunicação da Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas: 98842-2990